Luciene Lamano

Camadas da observação: desenvolvendo a percepção do olhar

A criação fotográfica a partir da observação é a maneira mais prazerosa e eficiente de construir as formas e as atmosferas fotográfica e cinematográfica. A sensibilidade e a criatividade só precisam ser trabalhadas.” __ Alziro Barbosa

Finito, após 8 encontros no acolhedor Espaço Inspiratorium (e uma noite mais ~informal~, com vinho e seleção de imagens), o nosso primeiro curso Doravante – Desenvolvendo a Percepção do Olhar.

Composta por artistas plásticos, publicitários, diretores de fotografia, fotógrafos, montadores, finalizadores e assistentes de direção vindos de São Paulo, Minas, Espírito Santo e Rio Grande do Sul, a turma esteve desde março fotografando e discutindo o resultado das produções coam o diretor de fotografia Alziro Barbosa.

A associação de aulas teóricas com a prática fotográfica intensiva permite um desenvolvimento mais aguçado no que se refere à observação. Olhar, perceber e entender a luz como um dos elementos essenciais na criação de narrativas e da atmosfera na fotografia foram conquistas importantes no curso.

Os exercícios realizados foram analisados um a um, com rigor e atenção, possibilitando ao aluno refazê-los quando necessário e favorecendo o entendimento dos acertos e erros. Importante salientar a possibilidade de se desenvolver um trabalho mais autoral. __ Luciene Lamano

por Rafael Malta

fotografia de Rafael Malta

Antes do início das atividades, Alziro já imaginava que um curso que “desse espaço ao desenvolvimento da personalidade individual e à criação dos alunos“, teria como resposta trabalhos diversos e interessantes. As imagens abaixo, com curadoria do professor e da Doravante, respondem a esta expectativa da melhor maneira possível: a personalidade de cada fotógrafo se vê tanto no cumprimento de exercícios técnicos mais simples quanto em temas como retrato e autorretrato. Os assuntos, a composição e mesmo os tons das fotografias refletem trabalhos individuais, que se tornaram ainda mais particulares ao longo do processo. Esperamos que gostem!

* Agradecimentos especiais ao Bruno Primor e à Vanessa Duarte, do Espaço Inspiratorium, que foram nossos parceiros e a casa do curso *

fotografia de Rhaíssa Monteiro Pinto

fotografia de Rhaíssa Monteiro Pinto

Linha_750px_03

fotografia de Camila Gutierrez

Camila Gutierrez _ Na maior parte do tempo, montadora, mas também é diretora e fotógrafa. Formada em Cinema pela FAAP, produziu diversos curtas metragens, vídeos publicitários, conteúdo para a internet e videoclipes. É sócia na produtora Toca dos Filmes, com sede em São Paulo.

fotografia de Diogo Meyer

Diogo Meyer _ Gosta de trabalhar com audiovisual. Tem prazer em ver e fazer arte e acredita na tecnologia para um mundo melhor. Necessita passar tempo com os amigos, pensa com humor e instintivamente reúne estes elementos no seu dia a dia. __ conheça aqui seus trabalhos audiovisuais

por Glauco Firpo

Glauco Firpo _ Diretor de Fotografia _ acesse o vimeo dele aqui

por Kimie Koike

por Luciene Lamano

Luciene Lamano _ Graduada em Artes Visuais pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo, a artista plástica desenvolve estudos e pesquisas em performance e fotografia. Nesse contexto, procura manter uma interlocução com as práticas da linguagem fotográfica como uma ferramenta para fomentar a produção artística. Paralelamente, com o grupo EXtintas, além das fotografias e performance, desenvolve trabalhos em instalação, audiovisual e arte sonora. __ conheça aqui seus trabalhos e aqui os do coletivo EXtintas.

por Rafael Malta

Rafael Malta _ Diretor de fotografia. __ vimeo do Rafael

Rhaíssa Monteiro Pinto

Rhaíssa Monteiro Pinto _ Formada em Cinema Pela Universidade Federal de Santa Catarina, tem estudos profissionalizantes em fotografia cinematográfica na École Nationale Supérieure Louis-Lumière.

Thomas Tebet

Thomas Tebet _ Nascido em São Paulo, se formou em jornalismo em 2012. Em busca de encontrar satisfação profissional, se aproximou do fotojornalismo, onde consegue trabalhar em conjunto sua paixão pela foto e sua necessidade de vivenciar e registrar o que se torna história. No cinema, área à qual dedica a maior parte de seu tempo, encontra a oportunidade de ampliar e desenvolver o olhar fotográfico. __ flickr do Thomas

Alziro Barbosa
Diretor de Fotografia brasileiro, com graduação e mestrado em uma das mais importantes faculdades de Direção de Fotografia do mundo, o Instituto de Cinema Russo – VGIK (1988 a 1994). Atua no mercado brasileiro desde 1995, realizando curtas e longas metragens, documentários, comercias e séries para a TV. Alziro foi premiado em diversos festivais nacionais e internacionais e tem quatro prêmios de melhor Direção de Fotografia pela Associação Brasileira de Cinematografia (ABC).

Gostei do curso – e agora?
Cadastre seu interesse no formulário abaixo do artigo e mandaremos novidades sobre novas turmas!

Linha_750px_01

Compartilhe: